INGRESSOS: BOTAFOGO X VASCO

 Os clubes se reuniram nesta segunda-feira, 20, e decidiram para este primeiro confronto, manter os preços das semifinais.
  A partida entre Botafogo e Vasco será realizada no próximo domingo, 26, às 16h.

 Os ingressos para o primeiro jogo da final carioca começarão a ser vendidos a partir do dia 22/4, quarta-feira, às 10h. Confira os valores.

        Setor Norte        - R$60 (inteira) / R$30 (meia) - BOTAFOGO
          Setor Sul          - R$60 (inteira) / R$30 (meia) - Vasco
Setor Leste Superior  - R$100 (inteira) / R$50 (meia) - Torcida Mista
Setor Leste Inferior   - R$100 (inteira) / R$50 (meia) - Torcida Mista
Setor Oeste Inferior  - R$100 (inteira) / R$50 (meia) - Torcida Mista
     Maracanã Mais    - R$195 (inteira) / R$120 (meia)*

*Preço estipulado com base nos jogos da semifinal.

Os pontos de venda ainda não foram definidos, e serão divulgados nesta terça, dia 21.



Por: Renan Guedes

René Simões diz que Jefferson pode voltar ainda na final do estadual

Técnico alvinegro confirma possibilidade de volta de Jefferson, mas ressalta confiança em Renan

Por: Bruno Souza

A fase vivida pelo goleiro Renan no Botafogo, tem feito o treinador René Simões ficar cada vez mais tranquilo, mesmo com a ausência do titular, Jefferson. Mas, o que já está bom, pode ficar ainda melhor, ainda nas finais do estadual. O técnico alvinegro, quando questionado sobre uma possível volta de Jefferson, confirmou em entrevista ao canal Fox Sports, que o camisa 1 do Botafogo e da seleção brasileira deve voltar a atuar ainda contra o Vasco, na decisão do estadual:

- Eu Acho que vai dar para ele voltar. A presença do Jefferson é um peso muito grande. Ele tem estado com a gente, tem estado no vestiário, tem falado com os jogadores. A presença dele, é extremamente significativa no meio dos jogadores - disse René Simões.

O goleiro que foi submetido a uma artroscopia no joelho direito a 10 dias, tinha prazo de retorno de 40 dias, segundo o departamento médico do clube, mas a afirmação de René Simões, revela confiança de que Jefferson possa voltar a vestir a camisa do Botafogo, ao menos na segunda partida da final, no dia 3 de maio. Apesar da confiança no retorno de Jefferson, René Simões demonstrou que confia em Renan:

- Caso ele (Jefferson) não volte, não tem problema nenhum. Temos o Renan com total confiança - afirmou o técnico.

Criado em 20/04/2015, às 20:35.

ESTREIA DO BOTAFOGO NA SÉRIE B TEM DATA ALTERADA


 Para respeitar o tempo mínimo de 60h entre um jogo e outro, a CBF alterou a data de estreia do Fogão na série B. A alteração foi consequente da divulgação do calendário da Copa do Brasil.

 A partida contra o Paysandu que antes marcada para o dia 8 do próximo mês, numa sexta feira, será realizada no dia 9 de maio, sábado, às 21h, no Mangueirão.

 Nas próximas semanas, o Botafogo irá enfrentar uma maratona de jogos, intercalando duas partidas finais do Estadual e dois jogos da 2ª fase da Copa do Brasil até a estreia na Série B.

 Na Copa do Brasil o adversário do Botafogo é o Capivariano, de São Paulo.



Por: Renan Guedes

VÍDEO: BASTIDORES DA SEMIFINAL

 Assista na íntegra ao vídeo dos bastidores da dramática semifinal do último sábado, contra o Flu.

O Fogão venceu por 2 a 1 no tempo normal, e se classificou para as finais carioca, vencendo nos pênaltis, na última cobrança, com gol do goleiro Renan.


         Vídeo: BotafogoTv



Por: Renan Guedes

FERJ CONFIRMA FINAIS NO MARACANÃ

Reprodução Internet

  Após novo embate entre Botafogo e a Federação Carioca, os confrontos finais do Estadual 2015 foram marcados para o palco da final da última Copa do Mundo. O diretor de competições da FERJ, Marcelo Viana, confirmou a decisão.

 O clube de General Severiano, havia mostrado interesse em mandar um do jogos no Estádio Nilton Santos, sua renomeada casa, mas o pedido foi negado.

 Para o segundo jogo da semifinal carioca, contra o Flu, o Alvinegro alegou que o Tricolor havia jogado a primeira partida "em casa", já que possui contrato com o Maracanã. O mesmo argumento não cabe contra a equipe cruzmaltina, que possui o Estádio de São Januário.

 As partidas serão realizadas nos dois próximos domingos, 26 de abril e 3 de maio, às 16h.

 Com melhor campanha na fase inicial, o Botafogo tem, mais uma vez, a vantagem de jogar por dois empates, e se sagrar Campeão Carioca.

 O clube Cruzmaltino não derrota o Alvinegro em decisões há 50 anos, quando venceu por 2 a 0 na final Taça Guanabara de 1965. De lá pra cá, foram sete decisões. Todas com vitória do Glorioso.


Por: Renan Guedes

MARACANÃ SÓ SERÁ ÚTIL AO BOTAFOGO QUANDO EXPECTATIVA DE PÚBLICO FOR DE 40 MIL


Foto: FoxSports

 O presidente alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, explicou alguns detalhes sobre o novo contrato com duração de 33 anos, com o Consórcio Maracanã.
 A ideia inicial foi de que o Botafogo ficasse isento da obrigatoriedade de jogos no estádio. E assim poder optar apenas por jogos com grande expectativa de torcedores, pensando na disputa da Série B nacional e a Copa do brasil.

Preservamos o Botafogo de ter a necessidade de atuar um número de jogos preestabelecidos no estádio. Jogamos lá quando entendermos que será interessante. Só quando tivermos a expectativa de um público igual ou superior a 40 mil pessoas - explicou o mandatário

 No antigo contrato, o consórcio ficava com 40% da renda bruta, que somado aos demais encargos causava um déficit nas finanças alvinegras.


Por: Renan Guedes

RAPIDINHA: KAKÁ DIZ ESTAR TORCENDO PELA VOLTA DO BOTAFOGO À ELITE NACIONAL


Reprodução Sportv


Em participação no programa "Extra Ordinários", do Sportv, o craque Kaká disse estar na torcida pela volta do Botafogo à séie A do brasileiro.

A vida está legal, boa demais. Dá para conciliar o futebol com a vida pessoal Estou curtindo a família, saindo, resolvendo coisas pessoais, treinando, jogando, time indo bem. O inglês “is getting better, every day” (melhorando a cada dia). É isso. E torcendo muito, muito para o Botafogo subir para a primeira divisão - afirmou o jogador do Orlando City.

 Outra que também está na torcida, é a atriz e apresentadora Maitê Proença, que já prometeu ficar nua com o retorno do Fogão à primeira divisão do Campeonato Brasileiro.


Por: Renan Guedes

EM CARTA, RENÉ SIMÕES AGRADECE APOIO DA TORCIDA

Foto: espn.uol

Leia na íntegra a carta feita por René Simões, técnico do Botafogo, destinada aos torcedores alvinegros

"Prezado torcedor alvinegro,

Desde o início não prometi nem ouro nem palavras vazias, prometi trabalho e resgate do comprometimento e orgulho que qualquer profissional tem que ter em trabalhar num time de tantas glórias, ídolos e imensas tradições.

Diariamente temos uma reunião de trinta minutos, não pode passar desse tempo, óbvio que o grande Jairzinho teve permissão para estourar esse tempo, e é nele que passamos essas histórias desse clube.

Nosso mote "sede, fome e pressa" é lembrado sempre, e a cada dia nos comprometemos ainda mais com ele e o que representa para vocês.

Não abrimos mão da evolução constante em busca da excelência que não é uma condição ou estado perene. A excelência é feita de momentos de extrema performance que logo depois precisam ser ultrapassados.

Além disso, há o comprometimento em resgatar a autoestima do clube e de sua torcida, vocês que são os verdadeiros donos. Vocês, torcedores apaixonados e sofridos com o ano passado, têm o direito de serem representados não apenas por profissionais frios e calculistas, mas por homens responsáveis e cientes de sua missão.

Nossa aliança tem sido magnífica e os resultados em casa corroboram essa química: oito jogos e oito vitórias. Algumas com viradas épicas, em que vocês foram protagonistas .

Por favor, se você é daqueles que marca encontros para brigar antes e depois dos jogos, não se veja neste relato, não é com e de você que estou falando.

Não podemos perder essa química, pois será nos momentos difíceis que precisaremos que vocês nos conduzam aos extremos, como foi ontem no segundo tempo. Não haviam mais pernas em campo e foi no grito, determinação e incentivo de vocês que o combustível que moveu pernas cansadas, tornozelos estourados, músculos com cãibras e cérebros sem oxigênio , apareceu. QUE COMBUSTÍVEL fantástico foi aquele!!!

Em nome dos jogadores e comissão técnica agradecemos e reiteramos nosso compromisso com os objetivos do Glorioso para esse ano de 2015.

Juntos. Somos e seremos sempre mais fortes.

Obrigado, curtam a classificação e vamos com muita força para as finais.

Minha neta adorou o estádio e a festa.

Reage Botafogo.

René Simões"




Por: Renan Guedes

FOSTE HERÓI EM CADA JOGO, BOTAFOGO!

Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press

Com uma vitória heróica, o Botafogo avança para a final do Carioca 2015 

Raça, garra e determinação. São esses adjetivos que definem a vitória, nos pênaltis, do Glorioso. 


O JOGO  

 Precisando do resultado e jogando em casa, o Botafogo foi pra cima desde o inicio. 
 Logo aos 15 segundos, em uma arrancada, Elvis sentiu a coxa e obrigou o técnico René Simões a fazer uma substituição precoce. Mesmo com desconfiança da torcida pelas últimas atuações, Gegê foi à campo.  
 O time não se abalou e continuou pressionando a equipe tricolor. E aos 5 minutos de jogo, após lançamento, Bill desviou e a bola sobrou para Pimpão, que impedido, encobriu Cavalieri. Fernandes só empurrou para rede. 1 a 0. 
 O alvinegro manteve a posse de bola, e aos 15 minutos, Gilberto foi na linha de fundo, bateu cruzado, mas Pimpão não conseguiu desviar e a bola passou por todos.  
 Foi só pressão! 
 Aos 19, Carleto cobrou falta na área, a zaga afastou mal e Pimpão emendou um voleio que por muito pouco não entrou. 
 Após a parada técnica, aos 22, Gegê roubou a bola no meio de campo e passou para Gilberto, que em linda enfiada, pôs Bill de cara pro gol. O atacante bateu mal e o goleiro defendeu. No rebote, ele marcou. 2 a 0 Bota. 
 Com o relógio marcado 25 minutos, Pimpão, com um lençol de chaleira, passou por Wellington Silva, mas cruzou mal. 
 O Flu só acordou pro jogo aos 29. Wagner colocou a bola na área e Gum cabeceou no travessão.  
 O jogo esfriou um pouco e o Fluminense conseguiu colocar a bola no chão. No minuto 42, Wagner lançou Kenedy, que invadiu a área, e em disputa com Renan caiu. O árbitro marcou o pênalti.  
Jean, com categoria, bateu e descontou mo marcador. 2 a 1 e fim da primeira etapa. 

 Na volta para o segundo tempo, Drubscky sacou o experiente Wagner e lançou Robert, prata da casa tricolor. 
 A mudança deu certo, e logo aos 2 minutos o jovem meia lançou Kenedy, que sozinho, invadiu a área, mas demorou para finalizar. A zaga se recompôs e o atacante finalizou mal. 
 Aos 5', Giovanni tabelou com Gerson. O lateral bateu cruzado, mas ninguém concluiu. Tiro de meta. 
 Logo em seguida, numa disputa de bola, Fernandes, o meia alvinegro, levou a pior e sofreu um corte no rosto. O acidente fez com que René queimasse mais uma substituição. Luis Ricardo entrou em seu lugar.  
 O jogo mudou. O Fluminense mantinha a posse de bola e o Botafogo só saía em contra ataque.  
 Os jogadores alvinegros sentiram o cansaço devido a disputada partida da ultima quarta, contra o xará paraibano, e o time tricolor se aproveitou disso, Com 18 minutos, 5 jogadores tricolores atacaram 4 defensores do Bota, mas não souberam aproveitar. Giaretta cortou. 
 Pimpão saiu para entrada de Jobson. Do lado tricolor, Giovanni deu lugar a Renato. 
 E logo no primeiro lance, Jobson mesmo sem ângulo mandou uma bomba com a perna direita. Cavalieri espalmou e a zaga afastou. 
 Marcelo Mattos e Gilberto sentiram cãibras. Bill machucou o tornozelo. Mas não poderia ser feita mais nenhuma alteração. Os jogadores tiveram que colocar o coração na ponta da chuteira e continuar a partida. 
 Com o cansaço do Botafogo, o Flu foi pressionar no ataque. Aos 32, Gum, mais uma vez, acertou o travessão.  
 Muito mais inteiro em campo, o time das Laranjeiras dominou a partida. Mas os aguerridos jogadores da estrela solitária não se entregaram e foram até o limite. 
 O Glorioso conseguiu fazer o tempo passar, mas no final do jogo, Wellington Silva, lateral tricolor, cabeceou perigosamente. Renan fez a ponte e ficou com a bola. Foi o último lance perigoso da partida. Era a hora da disputa de tiros livres direto, o pênalti. 

A DISPUTA DE PÊNALTIS 

 Logo na primeira cobrança, Renan defendeu o pênalti de Kenedy. Mas na sequência, Cavalieri também acertou o cantou e defendeu a batida do exausto Marcelo Mattos. 
 Em seguida, Jean e Gegê marcaram. 
 No terceiro round, Renan defendeu o chute de Gerson, e Gilberto marcou. Vantagem alvinegra. 
 Dali em diante, era só converter todos os pênaltis que o Fogão se classificaria. Mas na ultima cobrança, Diego Giaretta desperdiçou. 
 Nas alternadas, todos os jogadores marcaram e a disputa permaneceu empatada. 8 a 8.
 Era a hora da disputa entre os goleiros. Diego Cavalieri e Renan teriam que decidir.
 Cavalieri mostrou ser um ótimo cobrador de tiros de meta, e isolou. 
 A classificação estava nos pés do goleiro Renan, que com calma, escolheu o canto e deslocou o goleiro adversário. Bola no funda da rede. Fim de jogo. 
 Depois de muita luta e suor, o Botafogo é o primeiro finalista do Campeonato Carioca 2015. 


 Foi uma partida de entrega dos jogadores e da torcida que fez valer o fator casa, comparecendo ao estádio, esgotando os ingressos de dois setores (Norte e Oeste Superior), e em maioria apoiou a equipe desde a subida do túnel até o estádio do saudoso Nilton Santos ficar vazio. 
 O Botafogo segue invicto no Niltão 

MELHORES MOMENTOS


FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO (9) 2 X 1 FLUMINENSE (8)

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ) - 18h30
Árbitro: Péricles Bassols; Auxiliares: Dibert Pedrosa e Michael Correia
Renda e público: R$ 654.400,00/13.958 pagantes e 16.312 presentes
Cartões amarelos: Renan, Luís Ricardo (BOT)
Gols: Fernandes, 5'/1ºT (1-0); Bill, 22'/1ºT (2-0); Jean, 43'/1ºT (2-1)

BOTAFOGO: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, William Arão, Fernandes (Luís Ricardo, 11'/2ºT) e Elvis (Gegê, 2'/1ºT); Rodrigo Pimpão (Jobson, 19'/2ºT) e Bill. Técnico: René Simões.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Marlon, Gum e Giovanni (Renato, 20'/2ºT); Edson, Jean, Gerson, Vinicius (Marlone, 30'/2ºT) e Wágner (Robert, intervalo); Kenedy. Técnico: Ricardo Drubscky.


Por: Renan Guedes


TRANSMISSÃO AO VIVO: Botafogo x Fluminense


 A partir das 18h30, direto do Estádio Nilton Santos, acompanhe AO VIVO, a partida entre Botafogo e Fluminense, válida pelo segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca 2015

FICHA TÉCNICA: BOTAFOGO X Fluminense
Local: Estádio Nilton Santos,  (RJ); Hora: 18h30
Árbitro: Péricles Bassols; Assistentes: Dibert Pedrosa e Michael Correia

BOTAFOGO: 
Titulares: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Fernandes e Elvis; Rodrigo Pimpão e Bill. 
Suplentes: Helton Leite, Alisson, Luis Ricardo, Gegê, Tomas, Jobson e Sassá
Técnico: René Simões
FLUMINENSE: 
TitularesDiego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Vinícius, Gerson e Wagner; Kennedy. 
Suplentes: Julio Cesar, Henrique, Renato, Marlone, Rafinha, Lucas Gomes e Robert.
Técnico: Ricardo Drubscky





Redação Fogonotícias